Rede 5G: o que é?

Internet

Um dos assuntos mais comentados no momento, no âmbito da tecnologia, é a chegada da rede 5G. Trata-se de uma evolução da internet móvel que promete aos usuários uma experiência inovadora em relação ao uso da internet.

Quais as vantagens que essa tecnologia pode trazer?  

A tecnologia 5G garante uma conexão com maior alcance, estabilidade e velocidade, oferece melhor processamento de download e upload, além de trazer soluções para diversas atividades do cotidiano através da internet das coisas, ou seja, a capacidade de diferentes tipos de equipamentos e objetos se conectarem através da web. Esse tipo de inovação pode trazer resultados positivos desde as áreas da indústria e construções civis até mesmo em atividades domésticas.  

Qual a diferença entre as redes 4G e 5G? 

A principal diferença entre o 4G e o 5G é a latência, ou seja, a velocidade em processar informações. A expectativa é que com a chegada do 5G, os usuários possam ter uma velocidade de processamento até 20 vezes maior em relação ao 4G. 

Outra vantagem do 5G é a quantidade de dispositivos que podem estar conectados na rede, no 4G a cobertura é de 10 mil dispositivos por km, já no 5G pode chegar até 1 milhão de dispositivos por km. Isso quer dizer que a rede terá uma malha de cobertura muito maior e poderá chegar até mesmo em áreas rurais e outras localidades onde não chega internet móvel atualmente.   

5G no Brasil 

No Brasil, ainda não tem a rede 5G, entretanto, as operadoras principais como Vivo, Claro, Oi e Tim já lançaram plataformas testes do 5G. Entretanto, para que ela seja implantada de fato, a Anatel está realizando o leilão das faixas de frequência em 5G para investidores que queiram fornecer a tecnologia. A Anatel estima que em 2022 a rede estará disponível no Brasil e poderá ser utilizada amplamente.  

Custo da tecnologia 

Sobre o custo dessa tecnologia no Brasil, vai depender da oferta das operadoras. Estima-se um valor entre 100 e 150 reais mensais em pacotes que podem ser ilimitados. Entretanto, o que pode sair caro é a necessidade de ter um equipamento compatível com a nova tecnologia, A maior parte dos smartphones vendidos a preços “populares” não são compatíveis com o 5G. O mercado vem se adaptando, mas os aparelhos que suportam a nova tecnologia ainda são vendidos a preços menos acessíveis. 

Menu